Tem Tatinha – A Crocante

0 arrow-down
  • Nenhum produto no carrinho.
Fazer Pagamento

Categoria: Notícias

Preço da Batata

Publicado em

Preço da batata chega a 150 reais a saca em São Paulo

o preço da batata foi negociado de 130 a 150 reais a saca no atacado em São Paulo. Isso se deve a falta do produto no mercado e a menor produtividade nas principais regiões fornecedoras, trazendo um bom lucro para o produtor que tem batatas disponíveis.

Esse preço para os bataticultores significa cerca de 115 reais de lucro por saca. De acordo com o Gerente da Associação de Bataticultores de Vargem Grande do Sul, Lenoir dos Santos, o valor da batata hoje remunera o produtor e da uma folga para trabalhar com mais calma e segurança.

O bom preço para a batata se deve a fatores climáticos que quebraram a produtividade em todo o país. As regiões que estão colhendo agora terão cerca de 20 a 30% de baixa na produção. Lenoir diz que hoje no Ceasa e Santa Rosa os caminhões com batata não passam de 45, enquanto normalmente o número é de 150 caminhões apenas em Santa Rosa.

Em Vargem Grande do Sul a colheita é em junho, no entanto o mês de março foi muito chuvoso e ainda em julho a oferta de batata será baixa, mas, em contrapartida, em agosto vai haver um acúmulo de colheita, não apenas no município, mas em todo o Brasil. Lenoir afirma que para tentar diminuir o volume em agosto e preencher o volume atual, os produtores poderão começar a dissecar as plantações com 75 dias. No ciclo normal a dissecação ocorre aos 90 dias. Dessa maneira, a produtividade seria menor, mas os preços poderiam se manter médios e estáveis.

 

Minas começa a produzir nova variedade de batata.

Publicado em

Os produtores começam a oferecer uma nova variedade de batata para os consumidores. Depois de 10 anos de experimentos no Brasil, será colocada à venda a batata Emeraude. Originária da França, ela vai ser ofertada em seis pontos de venda em Belo Horizonte.

A venda da Emeraude em Minas Gerais é o resultado de um programa de cooperação técnica entre a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento e o governo da França para introdução de novas variedades no Estado, maior produtor nacional de batata. A Emeraude faz parte de um grupo de 19 variedades francesas que, após passarem por testes de avaliação em diversas propriedades mineiras, foram registradas no Ministério da Agricultura e estão aprovadas para serem comercializadas em todo o país.

“O trabalho realizado com a Emeraude em Minas Gerais é pioneiro no Brasil. O objetivo é oferecer diferentes variedades de batata para o consumidor, como ocorre na França”, explica a assessora da Secretaria de Agricultura, Luciana Rapini. Segundo ela, na França existem mais de 200 variedades de batatas à disposição dos consumidores. “Cada variedade é classificada dentro de um grupo de acordo com a finalidade específica, como fritura, purê, forno e cozimento a vapor ou na água. Além disso, as variedades francesas são adequadas a diferentes tipos de solo e clima”, comenta. No Brasil, a variedade de batatas disponíveis ainda é pequena, pois cerca de 80% do mercado é dominado pela batata Ágata.

A nova variedade está sendo cultivada no município de Irai de Minas, no Alto Paranaíba. O agricultor Sérgio Soczek, tradicional produtor de batata, adquiriu a batata-semente de uma empresa de tecnologia vegetal que representa as variedades francesas no Brasil. Já a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) ficou responsável pela avaliação do desempenho da Emeraude no campo. Ao longo do desenvolvimento do projeto, a Ceasa Minas coordenou, junto com a Secretaria da Agricultura, a realização de missões de técnicos e de bataticultores mineiros à França para conhecer a segmentação do mercado naquele país.

Redução da safra provoca aumento no preço da batata em Minas Gerais

Publicado em

Os últimos anos não foram bons para os produtores de batata de Minas Gerais. Com menos dinheiro no bolso, eles decidiram reduzir a área plantada. A safra menor causou aumento no preço da cultura.

Na região devem ser colhidas 300 mil toneladas de batata em 10 mil hectares de terra. Segundo a associação dos bataticultores, a produtividade será pelo menos 10% menor em relação a 2012. Os cerca de 130 bataticultores de Ipuiúna esperam agora estabilidade no mercado.

Mais à Tem Tatinha corre pelos produtores para encontrar a melhor safras de batata para servir nossos clientes.

Etiquetas: